Comprar ou alugar o meu apartamento 7 dicas importantes

Comprar ou alugar o meu apartamento 7 dicas importantes

Como saber se é mais vantajoso comprar ou alugar um imóvel? Bate essa dúvida na cabeça de muitas pessoas e, por isso, trouxemos aqui 7 dicas preciosas para decidir qual é a melhor opção para você.

Por ser uma das decisões mais importantes da sua vida, principalmente porque vai influenciar no futuro da sua família, é preciso compreender quais as vantagens e desvantagens de ambos.

A primeira coisa que você precisa saber é que esse é um assunto que exige planejamento e uma boa pesquisa para analisar se, nesse momento, o melhor é comprar ou alugar um imóvel nas suas condições de vida.

Está pronto para descobrir? Vamos lá.

1. Analise o momento ideal para tomar a decisão

Mais da metade dos brasileiros consideram a compra de um imóvel uma grande prioridade na vida, segundo estudo.

Por isso, é totalmente natural que venha esse desejo intenso e constante de tomar logo essa decisão.

No entanto, é preciso avaliar se esse é realmente o momento ideal para que você dê esse passo tão importante em sua vida. Antes, resposta a mais alguns questionamentos para ter certeza se você está no caminho para conquistar a sua nova moradia:

• Eu sei como vou pagar as parcelas do imóvel ou do aluguel?

• Já escolhi onde desejo morar?

• Tenho uma noção de como está o mercado de imóveis?

• O que será melhor para mim e minha família em longo prazo?

Com essas respostas bem definidas, você evita de se precipitar nesta decisão que, certamente, vai influenciar em muitas outras realidades, como trabalho, estilo de vida etc.

2. Analise o seu perfil

É importante que se defina o perfil do comprador para que a decisão seja realmente assertiva, pois para um jovem solteiro, por exemplo, a compra de um imóvel pode não ser o ideal no momento, já que ele ainda está descobrindo a vida, sem ter certeza de onde quer morar em longo prazo.

Já para um casal recém-casados, a compra de uma casa se torna um sonho ainda mais valioso, visto que estão começando uma nova família juntos, devem se preparar para os filhos, e tudo que uma vida a dois exige.

Neste caso, obter um imóvel com mais cômodos é o ideal.

Apesar de a maioria das pessoas almejar residir em imóveis bem localizados, próximos a centros comerciais e do trabalho, nem sempre essa é uma possibilidade que está dentro das suas condições financeiras no momento, o que direciona a sua decisão para a locação até que se tenha capital suficiente para adquirir um imóvel com a localização desejada.

3. Defina seus interesses

Nesse processo, você precisa avaliar quais são os seus interesses de futuro: pretende morar em outro país nos próximos anos? Tem intenção de mudar de estado? Está certo de onde quer morar?

São questões a serem definidas antes de tomar a sua decisão, afinal de contas comprar um imóvel para deixá-lo em breve, em vista de se aventurar num intercâmbio pode não ser a melhor coisa a fazer, entre outras possibilidades.

4. Conheça as previsões do mercado imobiliário

O mercado imobiliário está se recuperando de um cenário pandêmico, com as taxas de juros mais baixa da história. O que levou milhares de brasileiros a investir na compra de um imóvel, aproveitando as condições do mercado.

No entanto, no último mês a taxa Selic subiu para 7,75% e deve subir ainda mais até o final de 2021.

Saber se é o momento ideal para comprar ou alugar um imóvel passa também pelas previsões do mercado imobiliário que podem determinar se você terá prejuízos ou não com a sua decisão.

5. Verifique as possibilidades de pagamento

Após analisar sua situação financeira, você deve pesquisar preços de casas para alugar e para comprar.

Dessa forma, será possível verificar as possibilidades de pagamento para cada opção, sendo que, em alguns casos, o valor de um aluguel pode ser o mesmo de uma parcela do seu financiamento, por exemplo.

Lembre-se que você não pode tomar decisões que vão descontrolar a sua vida financeira para evitar maiores prejuízos no futuro.

6. Conheça as vantagens e desvantagens de cada opção

Em toda decisão existem as vantagens e desvantagens, por isso conheça quais são elas entre comprar e alugar um imóvel:

Alugar

As principais vantagens do aluguel são:

• É a melhor opção para quem não tem condições de adquirir um espaço maior e mais confortável;

• Não gasta com manutenções e reformas no imóvel;

• Flexibilidade para mudanças.

Já as principais desvantagens são:

• Não há retorno financeiro;

• Reajustes anuais nas parcelas;

• Instabilidade na renovação do contrato.

Comprar

As vantagens de comprar um imóvel são:

• Maior estabilidade para você e sua família;

• Todo investimento no imóvel ajuda na valorização do mesmo;

• Possibilidade de decorar e reformar conforme o seu gosto.

Há desvantagens consideráveis como:

• Falta de dinheiro para pagar as parcelas de um financiamento;

• Taxas de juros altas;

• Caso deseje vender, o retorno pode não ser positivo, devido à desvalorização do imóvel.

7. Faça as suas contas e escolha entre comprar ou alugar um imóvel

Essa também é uma etapa fundamental para a sua decisão, pois você conseguirá entender a taxa de juros que incidirá sobre o valor da sua compra no período determinado para as parcelas.

Com isso, você pode avaliar se o valor total do seu financiamento será maior que a soma das parcelas de um aluguel, contando com os reajustes anuais. Caso seja, adiar a compra pode ser mais vantajoso para o seu orçamento.

Vale considerar que não se trata de adiar a compra e simplesmente gastar no aluguel, mas utilizar a diferença da soma para economizar e investir numa poupança ou fundo, de modo que você obtenha um montante para adquirir o seu imóvel no futuro, quiçá à vista.

Tudo vai depender do seu foco e disciplina!

Logo, partindo dessas dicas, você conseguirá descobrir se o mais vantajoso para você nesse momento é comprar ou alugar um imóvel, sendo que o seu planejamento e pesquisa vão direcionar todos os passos para uma decisão acertada e feliz.

Caso decida alugar seu apê, alugue com a Loog e tenha todo o suporte de uma empresa parceira que te acompanha na jornada do morar! 

Curtiu? Confira outras matérias